GRM Acústica GRM Acústica

Os desafios acústicos hoje em dia têm a ver com a proteção das pessoas contra o ruído.


A incomodidade sonora tem muitas origens potenciais: transportes (automóveis, camiões, comboios, etc.), atividades industriais (oficinas, estaleiros de construção, etc.), atividades de lazer (discotecas, estádios, etc.) e atividades pessoais em casa (ruído de vizinhança, etc.).


As pessoas sofrem com o ruído intrusivo dentro de suas casas, no local de trabalho ou quando viajam.

AVALIAÇÃO ACÚSTICA DO RUÍDO AMBIENTE

A exposição ao ruído deve ser controlada através da Avaliação Acústica de Ruído Ambiente de modo a se criar um bom ambiente acústico nos edifícios de habitação, edifícios públicos (como escritórios, lojas, escolas, etc.) e durante as viagens (casa-emprego, turismo, etc.).


Para a grande maioria das pessoas um ruído específico é considerado incomodativo ou não em função dos seguintes fatores:

  • nível de pressão sonora em dB(A)

  • característica tonais do espetro

  • características temporais impulsivas ou constantes

  • atividade das pessoas

  • altura do dia

  • tempo de exposição

Efetuamos a medição dos níveis sonoros na envolvente da instalação para determinação do nível sonoro médio de longa duração – indicadores Lden, Ln e Leq.


Este requisito é aplicável para a instalação e exercício de atividades ruidosas de carácter permanente, onde se incluem as atividades industriais, comerciais ou de serviços, bem como fontes de ruído em geral.


Avaliação Acústica de Ruído Ambiente


As fases em que se divide o nosso trabalho de Avaliação Acústica de Ruído Ambiente são:

  • Medição com a instalação nas suas condições normais de funcionamento e determinação dos níveis sonoros médios de longa duração

  • Elaboração do relatório

AVALIAÇÃO DE CONFORTO ACÚSTICO

Avaliação acústica de incomodidade


A exposição ao ruído deve ser controlada através da avaliação acústica de incomodidade de modo a se criar um bom ambiente acústico nos edifícios de habitação, edifícios públicos (como escritórios, lojas, escolas, etc.) e durante as viagens (casa-emprego, turismo, etc.).


Para a grande maioria das pessoas um ruído específico é considerado incomodativo ou não em função dos seguintes fatores:

  • nível de pressão sonora;

  • espectro;

  • características temporais impulsivas ou constantes;

  • atividade das pessoas;

  • período do dia;

  • tempo de exposição.

Efetuamos a avaliação acústica de incomodidade através da medição dos níveis sonoros na envolvente da instalação para avaliação das emissões acústicas com verificação de conformidade com o Critério de Incomodidade previstos nas normas.


A avaliação acústica é obrigatória para a instalação e exercício de atividades ruidosas de carácter permanente, onde se incluem as atividades industriais, comerciais ou de serviços, bem como fontes de ruído em geral.


As fases em que se divide o nosso trabalho de avaliação acústica são:

  • Avaliação acústica de incomodidade com a instalação em funcionamento;

  • Avaliação acústica com a instalação parada;

  • Elaboração do relatório.

MAPAS DE RUÍDO E PLANO DE AÇÃO

  • Diagnóstico correto da situação

    • Mapa de ruído, obtido com base num modelo acústico validado e utilizando as melhores tecnologias disponíveis.

    • Cadastro sistemático e hierarquização das fontes de ruído segundo a sua real contribuição para o ruído exterior

  • Definição clara de objetivos a atingir

  • Apresentação eficaz e apelativa de resultados (marketing ambiental)

  • Plano de ação de controlo de ruído

    • Baseado em factos, na medida do tecnicamente possível

    • Tendo em conta objetivos e possibilidades do cliente

    • Definição genérica das soluções e estimativa dos respetivos custos – nível de detalhe das especificações ajustável

    • Proposta de implementação organizada em etapas, permitindo organizar o investimento e possibilidade de controles intermediários para eventuais ajustes durante a implementação.

  • Flexibilidade em função do pretendido pelo cliente

    • Possibilidade de gestão da obra de implementação, contratação ou execução chave-na-mão

Simulação Acústica


Os mapas de ruído elaborados com base no cálculo, encurtam a duração da obtenção de dados e reduzem os custos, além de introduzir como vantagem fundamental a oportunidade de avaliar qual a parte do som captado vem diretamente da fonte e que parte vem das diferentes reflexões acústicas do entorno.


Estas novas técnicas de simulação são possíveis através do aumento da capacidade dos computadores, à compreensão e normalização internacional das diferentes formas que uma fonte pode gerar um som, ao entendimento dos efeitos de propagação do som por diferentes meios e materiais e à padronização dos modelos de cálculo. Através da utilização destes simuladores, podemos chegar a prever os níveis de ruído que ocorrem em qualquer cenário acústico presente ou futuro.


A aplicação de metodologias de cálculo permite diferenciar as fontes de ruído e saber em que medida cada um deles contribui para o nível de ruído em cada zona de um centro urbano.


Isto torna possível comparar a relevância de cada fonte na contaminação acústica da cidade e identificar as variáveis onde se pode atuar para reduzir o impacto de cada uma delas.



NECESSIDADE DOS MAPAS DE RUÍDO:


  • Os mapas de ruído servem para responder aos requisitos de normas e legislação;

  • Os mapas de ruído servem para obter a certificação ISO14000 ou licença ambiental;

  • Os mapas de ruído servem para evidenciar perante terceiros (auditores, fiscalização, ONGs) o cumprimento da legislação do ruído quando medições são inconclusivas;

  • Os mapas de ruído são úteis em situações em que existe dificuldades de parar a atividade. Dão a possibilidade de utilizar o método alternativo da avaliação; medir ruído ambiente e calcular ruído particular / ruído residual;

  • Os mapas de ruído servem para ajudar a solucionar problemas de ruído com vizinhança;

  • Os mapas de ruído servem para identificar as principais fontes de ruído;

  • Os mapas de ruído ajudam na definição de Plano de Ação de controlo de ruído, Planos Municipais de Redução de Ruído, com objetivos, orçamento e calendarização definidos.

  • Problemas de ruído com vizinhança

MONITORAMENTO PERMANENTE DE RUÍDO AMBIENTAL

  • Os níveis de ruído, num determinado local, variam em função de diversos fatores como sejam, o período do dia, da semana, do ano, da direção do vento, etc.

  • Esta variação faz com que os níveis de ruído sejam uma variável pseudo-aleatória difícil de caracterizar, com rigor, em medições de curta duração. Por outro lado existem situações em que se quer conhecer a todo o momento os níveis sonoros.

  • Em situações especificas a monitorização permanente do ruído ambiente é uma abordagem utilizada para a caracterização rigorosa dos níveis existentes que, com outras abordagens, seriam impossíveis de obter.

  • Aplicação em acompanhamento de eventos, construções, aeroportos e outros ambientes com flutuação significativa dos níveis de pressão sonora.

  • Disponibilizamos sistemas de monitorização permanente e semi permanente para este fim.

Podemos ajudar a concretizar o seu projeto. Entre em contato para avaliarmos a sua situação.

AVALIAÇÃO DE VIBRAÇÃO AMBIENTAL

Avaliação de incomodidade de vibrações


Quando ocorrem reclamações de incomodidade de ruído é muito frequente ocorrerem simultaneamente reclamações de incomodidade de vibrações. São os seguintes os fatores que influenciam a reação humana de incomodidade a vibrações em edifícios:


  • Limiares de percepção

  • Resposta em frequência do limiar de percepção do ser humano

  • Nível das vibrações

  • Tempo de exposição

  • Tipo de vibrações

  • Tipo de utilização do edifício

  • Efeitos paralelos

  • Período do dia e atividade das pessoas

  • A atitude das pessoas

A experiência mostra que é frequente os ocupantes de edifícios residenciais queixarem-se das amplitudes de vibração desde que estas ultrapassem um pouco o limiar de perceção.