GRM Acústica GRM Acústica

Fornecemos uma ampla gama de serviços nas diversas fases da vida de uma obra:


  • Projeto

  • Construção

  • Certificação

Na fase de projeto de engenharia acústica e de vibrações podemos desenvolver as seguintes ações:


  • Mapas de ruído para planejamento urbano, loteamentos e projetos de urbanização e reabilitação;

  • Modelamento computacional da acústica de salas, de isolamento acústico em edifícios e para otimização de soluções construtivas não padronizadas;

  • Estudo prévio;

  • Anteprojeto;

  • Licenciamento;

  • Projeto de execução;

  • Assistência técnica à obra e provas de recepção;

  • Gestão e fiscalização de obras;

  • Monitorização de ruído e vibrações de longa duração de estaleiros de construção.

Desenvolvemos também os seguintes ensaios de certificação acústica de edifícios:


  • Medição de isolamento sonoro

  • Medição de ruído de equipamentos comuns de edifícios

  • Medição de Tempo de Reverberação

MEDIÇÃO DE TEMPO DE REVERBERAÇÃO

Chama-se reverberação ao fenômeno de prolongamento de um som após a cessação de emissão por parte de uma fonte sonora e esta é caracterizada através da medição do tempo de reverberação. O prolongamento do som corresponde ao conjunto das reflexões sobre as paredes da sala, o som vem de todo o lado.


Para quantificar a reverberação, Sabine introduziu o conceito de tempo de reverberação: é o tempo necessário para que o nível de pressão sonora decresça em 60 dB após a cessação de emissão da fonte sonora.

MEDIÇÃO DE RUÍDO DE INSTALAÇÕES

A medição de ruído de equipamentos comuns de edifícios, só é aplicável se já estiverem instalados no edifício equipamentos comuns (Ex. bombas de água, exaustão, elevadores ou outros).


O laboratório efetua a verificação por comparação com os requisitos legais previstos no Regulamento dos Requisitos Acústicos dos Edifícios.

MEDIÇÃO DE ISOLAMENTO SONORO

Para caracterizar o isolamento sonoro são utilizados os seguintes índices:


– isolamento sonoro efetivo


– isolamento sonoro corrigido


O isolamento sonoro efectivo D define-se simplesmente como a diferença em dB entre o nível na emissão, L1, e o nível na recepção L2 : D = L1- L2.


Esta diferença é dada para cada banda de frequências ou globalmente . As medições normalizadas ISO utilizam um dado ruído (em geral ruído rosa ou ruído de tráfego rodoviário) na sala de emissão. A diferença de níveis pode ser dada em bandas de oitava ou em bandas de terço de oitava, em dB ou em dB(A).


Ordens de grandeza:

– 35 dB(A) consegue-se ouvir tudo.

– 40 dB(A) a conversação não é inteligível.

– 50 dB(A) a conversação é inaudível.


Isolamento Sonoro Corrigido


Em alguns países, o isolamento sonoro corrigido entre dois espaços fechados DnT tem em conta que a maioria dos quartos e salas de habitações ocupadas apresenta um tempo de reverberação em torno de 0,5 s. As medições de campo são então normalizadas para este valor.


DnT = D + 10 log T/T0, em que T0 é o tempo de reverberação de referencia de 0,5 s e T é o tempo de reverberação medido no espaço de receção.


Noutros países (caso de Portugal) utiliza-se uma área de absorção sonora equivalente de referência (frequentemente tomada igual a 10 m2). Temos, neste caso:

DnA = D + 10 log A0/A.


Realizamos ensaios para verificação por comparação com os requisitos legais previstos no Regulamento dos Requisitos Acústicos dos Edifícios


Os ensaios de avaliação acústica realizados são os seguintes:

  • D nT,w – índice de isolamento sonoro – sons aéreos

  • L´nT,w – índice de isolamento sonoro – sons de percussão

  • D 2m,nT,w – índice de isolamento sonoro – sons aéreos de fachadas

MAPAS DE RUÍDO URBANO, PLANO DE AÇÃO

Diagnóstico correto da situação presente


  • Mapa de ruído, obtido com base num modelo acústico validado e utilizando as melhores tecnologias disponíveis

  • Cadastro sistemático e hierarquização das fontes de ruído segundo a sua real contribuição para o ruído exterior

Definição clara de objetivos a atingir


Apresentação eficaz e apelativa de resultados (marketing ambiental)


Plano de ação de controlo de ruído

  • Baseado em factos, na medida do tecnicamente possível

  • Tendo em conta objetivos e possibilidades do cliente

  • Definição genérica das soluções e estimativa dos respetivos custos – nível de detalhe das especificações ajustável

  • Proposta de implementação organizada em etapas, permitindo organizar o investimento e possibilidade de controles intermediários para eventuais ajustes durante a implementação.

Flexibilidade em função do pretendido pelo cliente

  • Possibilidade de gestão da obra de implementação, execução chave-na-mão

Necessidade dos mapas de ruído:

  • Certificação ISO14000 / licença ambiental

  • Evidenciar perante terceiros (auditores, fiscalização, ONGs) cumprimento da legislação do ruído quando medições são inconclusivas

  • Dificuldades de parar a atividade: possibilidade de método alternativo para avaliar ruído ambiente e calcular ruído particular / ruído residual

  • Problemas de ruído com vizinhança

  • Identificar principais fontes de ruído e definição de Plano de Ação de controlo de ruído, com objetivos, orçamento e calendarização definidos.

PROJETO ACÚSTICO DE EDIFICAÇÕES

Na procura de desenvolvimento de ambientes sonoros de qualidade, oferecemos serviços na área de projeto de Acústica de Edifícios e Acústica Arquitetural.


Experiência:


Edifícios residenciais, de comércio e serviços


Edifícios com requisitos acústicos especiais:


  • Auditórios e Salas de espetáculos;

  • Teatros e Salas de Ópera;

  • Museus, Cinemas;

  • Escolas, Hospitais, Tribunais;

  • Estúdios de áudio e víde